Cozinha e TV: Masterchef Australia Season 3

Pode preparar o estilingue que vou fazer uma confissão: adoro reality shows. Xingue, amaldiçoe, fique indignado e incrédulo, mas a verdade é que sou fã de Big Brother...

Agora imagine um reality show gastronômico. Ok, você já conhece o Top Chef produzido pela Bravo TV e veiculado no Brasil pelo canal Sony. O que você provalmente não conhece é Masterchef Australia. Antes de entrar nos detalhes do programa, preciso agradecer minha querida e distante amiga Helena Pires Morgan. Conheci a Helena quando morei em Melbourne e ela continua por lá, casou com um aussie e não volta nunca mais. :( E como dizia uma professora que tive na 4a. série do antigo primário, atual ensino fundamental, "o que seria de nós sem os amigos para nos mostrarem o mundo que não conhecemos". Pois a Helena um dia me desfiou no Facebook a fazer uma receita complicadíssima (que ainda não fiz) e, sem saber, me deu de presente um novo vício. Valeu, Le!

Masterchef Australia é o que há de melhor em realities gastronômicos, é o verdadeiro Big Brother da cozinha. O diferencial que mais chama a atenção no primeiro momento é que o programa é exibido TODOS os dias (menos sábado), com episódios que chegam a ter mais de uma hora de duração. O formato nasceu na BBC do Reino Unido mas ganhou sua melhor adaptação no país dos cangurus e koalas: cozinheiros amadores enfrentam diversos desafios e são eliminados semanalmente até que seja definido o vencedor, que ganha uma bolada em $$ e um contrato para a publicação de um livro.

Mas pare pra pensar e você vai entender porque esse programa é tão especial: imagine se substituissem a novela das 21hs por um reality de gastronomia... O fato de Masterchef Australia ser exibido diarimente no horário nobre por 3 meses mostra claramente a importância e o envolvimento dos aussies com gastronomia. Essa cultura tão arraigada fica ainda mais evidente na versão Junior do programa. Mas dessa eu só vou falar mais para frente.

Masterchef Australia é apresentado por 3 "juízes" fixos: Gary Mehigan, chef inglês morando em Melbourne desde 1991, proprietário de restaurante e buffet; Matt Preston, jornalista e crítico gastronômico britânico vivendo em Melbourne desde 1993  e George Calombaris, chef melbourniano de origem greco-cipriota, um dos talentos gastronômicos mais aclamados down under.


O programa inicia com 50 aspirantes às 24 vagas "finais". Só então começa a competição de verdade. E funciona assim:
  • DOMINGO: é o primeiro dia da semana Masterchef e é sempre um desafio não-eliminatório. Pode ser uma Mistery Box (todos os participantes recebem uma caixa com os mesmos ingredientes e devem preparar um prato com todos ou alguns deles; o tempo disponível, claro, é sempre curto), um Invention Test (é fornecido um tema, como "cozinha vietnamita" por exemplo, ou um ingrediente específico e todos devem criar um prato sob esse tema/ingrediente) ou um desafio de equipe, o Team Challenge.
  • SEGUNDA: Pressure Test. Aqueles com as piores performances do domingo enfrentam um desafio para ver quem será eliminado. Pode ser a reprodução de uma receita de um chef famoso, pode ser algo que envolva técnicas básicas de cozinha ou até um teste de paladar (os competidores provam um prato e tem que identificar os ingredientes utilizados).
  • TERÇA: o vencedor do desafio do domingo tem a chance de competir por um pin que vale imunidade. É o Immunity Challenge onde o competidor é desafiado por um cozinheiro mais experiente (pode ser um chef famoso, o aprendiz de um chef famoso ou mesmo um cozinheiro amador). Os dois têm que reproduzir o mesmo prato que será avaliado num teste cego pelos juízes. Aquele que obtiver maior nota é declarado vencedor. Se este for o participante Masterchef, ele ganha o pin da imunidade e pode evitar sua eliminação do programa a qualquer momento.
  • QUARTA: dia de Team Challenge, o desafio em equipe. A terefa sempre será de proporções assustadoras. Essa semana eles foram acordados na madrugada para produzirem e entregarem os pedidos de pães de 5 restaurantes famosos de Sydney (onde é gravado o programa).
  • QUINTA: o time perdedor enfrenta mais um desafio para determinar quem será eliminado do programa enquanto o time vencedor ganha almoço com um chef famoso e ainda uma aulinha particular com ele.
  • SEXTA: último dia da semana Masterchef, e para fechar o ciclo, uma aula, a Masterclass. George, Gary e pelo menos mais um chef convidado apresentam a aula sempre contemplando os temas que foram abordados durante a semana.
O programa é verdadeiramente viciante e muito instrutivo também. Construído de maneira envolvente, incluindo aí algumas pausas dramáticas (que antecedem os intervalos comerciais), me dá impulsos quase incontroláveis de arrumar as malas e voltar pro país que me ensinou a cozinhar e apreciar alimentos de um jeito tão bacana.



A intenção é publicar e comentar os episódios aqui diariamente ou na maior frequência possível. E conforme o programa for evoluindo você vai entender melhor minha paixão incondicional por essa terra tão distante e tão próxima. Abaixo você encontra os links para baixar as duas primeiras semanas do programa (que foi basicamente a seleção dos 24 finalistas). Infelizmente não é legendado e pra quem não está acostumado com o sotaque aussie, demora um pouquinho pra pegar o jeito. Mas comida pra mim é que nem amor: a linguagem é universal. A boa notícia é que o site deles é super completo, com muitas receitas bacanas (e não precisa converter nada porque eles usam o sistema métrico, como nós).

  • S03E01 - os 50 candidatos enfrentam um desafio Mistery Box. Os 10 piores encaram um cook off onde os 5 últimos serão eliminados.
  • S03E02 - os 45 remanescentes encaram um bootcamp comandado pelo chef Matt Moran, um dos melhores do país, e devem demonstrar suas habilidades em funções básicas na cozinha: cortar batatas, fazer maionese e destrinchar um frango.
  • S03E03 - Os competidores lutam agora pelas 6 primeiras vagas no top 24. Devem reproduzur um trio de sobremesas seguindo as receitas de Maggie Beer, chef pioneira na valorização do uso de produtos locais. 
  • S03E04 - Os 10 piores colocados no desafio de Maggie Beer devem fazer uma escolha: sair de barco e tentar pescar seu próprio peixe para depois prepará-lo ou ficar em terra e cozinhar com um ingrediente misterioso.
  • S03E05 - Mais seis vagas para o top 24 estão em jogo. A tarefa é fazer um prato que você comeria todos os dias, para sempre ;-)
  • S03E06 - A primeira Masterclass da temporada ensina a fazer frango assado, salada de polvo em baixa temperatura e ovos pochê com hollandaise.
  • S03E07 - Restam 12 vagas e 24 competidores. Quem vai adivinhar todos os ingredientes do maravilhoso Peking Duck Consommé? 
  • S03E08 - Os top 24 finalmente chegam à cozinha oficial do Masterchef e tem que cozinhar o prato que mudou suas vidas gastronomicamente.
  • S03E09 - O primeiro Immunity Challenge acontece entre Hayden Quinn, salva-vidas do estado de New South Wales e Alex Keen, aprendiz do chef Allesandro Pavoni. 
  • S03E10 - O primeiro Team Challenge, aquele que contei da padaria. 
  • S03E11 - No primeiro desafio eliminatório os competidores têm 90 minutos para fazer baklava de pistache, asinhas de frango picante com 3 salsas diferentes e tempurá de legumes e camarão. E sem receita. Só digo uma coisa: OMG!!
  • S03E12 - Masterclass: na aula de hoje paillard de salmão com azedinha (famosa receita dos irmãos Troigros), maccheroncini al ferreto, caldo de vitela e dois molhos derivados dele e ainda bougatsa com figos pocheados (sobremesa grega). 
Curiosidades: a versão americana do programa estreou em 2010 sob o comando do onipresente e furioso Gordon Ramsay, mas não chega aos pés da versão australiana. Uma das Masterclass da temporada de 2010 foi ministrada por ninguém menos que Heston Blumenthal (inveja master também). O programa já foi adaptado para mais de 20 países, mas nada de Brasil so far, mate!

Este post é o primeiro da série que trata de gastronomia na TV. O foco principal são os programas exclusivamente de gastronomia mas você também vai ver por aqui cenas envolvendo comida em programas não-gastronômicos que acharmos interessante. Sempre que você vir essa TV bacaninha, pode saber que tem Cozinha na TV!

4 comentários:

  1. Irei baixar, certeza. Ótima dica!

    ResponderExcluir
  2. vale mto a pena vi aqui a dica e acabei a primeira temporada e eh sensacional!! quem curte culinaria e reality shows nao pode perder

    ResponderExcluir
  3. oi
    Vi a 2ª temporada e ADOREI!!! Sou tb fã de reality show, principalmente de culinária.
    Queria baixar a 3ª temporada, mas... a megaupload puft...
    Tem por outro jeito?

    ResponderExcluir
  4. Ola! Eu moro na Italia e estou seguindo a terceira temporada e devo dizer que estou apaixonada por esse programa! E apaixonada pelo povo australiano, pois o nivel de educaçao dos concorrentes è alto, vejo pessoas com muito senso de colaboraçao, uma competiçao saudavel em um programa muito bem feito! Vc que ja morou la deve ter a certeza que eles sao assim mesmo nao è? Parabens pelo artigo. Lu

    ResponderExcluir